Off-Exchange Retail Forex




Off-Exchange Retail ForexNegociacao de Moeda Estrangeira Em 10 de setembro de 2010, a CFTC publicou no Federal Register regulamentos finais referentes a transacoes em moeda estrangeira de varejo fora de cambio. (75 Fed. Reg. 55410.) As regras implementam as disposicoes da Lei de Reforma e Defesa do Consumidor de Dodd-Frank Wall Street e da Lei de Alimentacao, Conservacao e Energia de 2008, que, em conjunto, proporcionam a CFTC ampla autoridade para registrar e Regular as entidades que desejem servir como contrapartes a, ou intermediario, operacoes de cambio de varejo (forex). As regras finais entram em vigor em 18 de outubro de 2010. As regras finais do forex estabelecem requisitos para, entre outras coisas, registro, divulgacao, manutencao de registros, relatorios financeiros, capital minimo e outras condutas comerciais e padroes operacionais. Especificamente, os regulamentos exigem o registro de contrapartes que oferecem contratos de varejo em moeda estrangeira como comerciantes de comissoes de futuros (FCMs) ou revendedores de cambio de varejo (RFEDs), uma nova categoria de registrante. As pessoas que solicitam ordens, exercem autoridade de negociacao discricionaria ou operam pools com relacao ao varejo forex tambem serao obrigadas a se registrar, como corretores de introducao, consultores de negociacao de commodities, operadores de pool de commodities (conforme apropriado) ou como pessoas associadas dessas entidades. Outras entidades reguladas, tais como instituicoes financeiras e corretores ou negociantes registrados na SEC, podem servir como contrapartes nessas transacoes sob a supervisao de seus principais reguladores. As regras finais incluem exigencias financeiras destinadas a garantir a integridade financeira de empresas envolvidas em transacoes de varejo de forex e protecao robusta de clientes. Por exemplo, FCMs e RFEDs sao obrigados a manter o capital liquido de 20 milhoes mais 5 por cento do montante, se houver, pelo qual passivos para clientes de varejo forex exceder 10 milhoes. A alavancagem nas contas de varejo de clientes forex estara sujeita a uma exigencia de deposito de seguranca a ser definida pela National Futures Association dentro dos limites estabelecidos pela Comissao. Todas as contrapartes e intermediarios de forex de varejo sao obrigadas a distribuir declaracoes de divulgacao de riscos especificas de divisas para os clientes e obedecer a exigencias abrangentes de manutencao de registros e relatorios. Em 2001, 2002 e 2007, antes da divulgacao das regras propostas e finais, a Comissao e a Divisao de Compensacao e Supervisao Intermediaria haviam emitido uma serie de avisos sobre a negociacao de moeda estrangeira por clientes de varejo. Esses avisos sao substituidos e nao sao mais eficazes. A jurisdicao regulatoria da CFTC nao se estende a atividades fraudulentas relacionadas com o uso de dolares norte-americanos para comprar moeda estrangeira para sua entrega fisica real. Veja tambem: Compromisso CFTCs para abrir o relatorio do governo Abuso de fraude Siga o status de acoes de execucaoTrader Tax Center Aprenda tratamentos fiscais e estrategias para os comerciantes Diferentes tipos de comerciantes Taxa de imposto de comerciante Tratamento de impostos sobre produtos financeiros Solucoes de contabilidade Formas fiscais e Compliance Solucoes Entidade Solucoes de aposentadoria Planejamento tributario Lidar com o IRS e os Estados Negociacao Proprietaria Gestao de Investimentos Impostos Internacionais Estado 038 Imposto Local Obamacare: Mandato Individual 038 Imposto de Renda Liquido Servicos Profissionais Consultoria e servicos de especialistas da nossa empresa CPA Conformidade Fiscal (Preparacao / Planejamento) Consultoria Entidade Formacao Contabilidade IRS 038 Estado Representantes Fiscais Servicos de Gestao de Investimentos Quem Somos Reconhecidos como o lider no imposto de comerciante Testemunhos Nosso Processo Profissionais Na Midia Videos Carreiras Anuncios Promocoes Os americanos podem trocar fora de cambio comerciantes forex evadir estritas regras CFTC por negociacao em plataformas offshore 1 de setembro de 2010 Por: Robert A. Verde, CPA Congresso e reguladores tem jogado a industria de negociacao forex uma enorme curva bola e estamos todos correndo para obter respostas a perguntas importantes. Muitas questoes permanecem sobre a negociacao offshore para evitar alavancagem e outras restricoes impostas pelas novas regras da CFTC. Hoje tentamos responder mais algumas perguntas nesse sentido. As respostas ainda nao sao claras, e aguardamos novas orientacoes NFA, que foi prometido a um executivo forex dealer. Um executivo de um revendedor de forex me disse que o NFA pode realmente estar esperando na CFTC sobre a questao no exterior, e ele espera que demore mais de alguns dias. A tempestade de fogo no exterior provavelmente esta em andamento. De acordo com um executivo de corretores de forex lider, o autor CFTC destas novas regras de negociacao forex retalho disse que a mudanca Dodd-Frank (DF) classificar as instituicoes financeiras (FI) como 8220U. S. Only8221 (veja CFTC QampA 8220 que pode oferecer. 8221 secao) won8217t seja feito para 360 dias da promulgacao de DF (7/21/10). Isso da aos bancos da UE oferecendo forex trading para clientes dos EUA tempo de registrar nos EUA. Mas eu acho que FI se refere a bancos e nao FCMs registrados pela CFTC, que provavelmente incluem os FDMs (comerciantes de forex-dealer, a designacao anterior) tambem. A lista DF tem empresas registradas na FI, SEC e CFTC, alem de companhias de seguros e muito mais. FI e FCM parecem ser categorias diferentes. Entao, se este corretor de forex diz que os seus comerciantes de forex varejo dos EUA usando plataformas offshore de suas filiais tem mais tempo para fechar contas, isso pode nao ser verdade na minha opiniao. Se a conta externa for considerada uma afiliada estrangeira de uma FDM registrada pela CFTC, entao o uso da extensao de 360 ??dias parece inadequado para mim para as instituicoes financeiras. Se for uma instituicao estrangeira, como um banco da UE sem registos FCM ou FDM registados nos EUA CFTC, entao talvez esteja tudo bem utilizar a extensao de 360 ??dias. Esperemos que o NFA e / ou CFTC ira esclarecer esta questao importante em breve. Ha uma abundancia de pessoas fazendo essas perguntas importantes, como milhares de americanos tem offshore varejo forex trading contas. Faz sentido para mim que a DF conceda 360 dias a instituicoes estrangeiras para formar filiais americanas, se desejar. Para lancar uma proibicao de instituicoes financeiras estrangeiras oferecendo forex para clientes dos EUA a partir de 18 de outubro de 2010 (a data efetiva das novas regras CFTC) seria extremamente undiplomatic em uma base de negociacao global pais por pais. Pode haver acoes judiciais e solicitacoes diplomaticas feitas e isso leva muito tempo para lidar adequadamente. Este tipo de transacao financeira / trade protectionism esta erguendo sua cabeca feia em varios estagios internacionais ja. Os EUA estao transtornados com as regras da UE e propuseram regras que exigem que os consultores de investimento com sede nos EUA se inscrevam na UE para obter um 8220passport8221 necessario para arrecadar dinheiro de investidores da UE. Este e um grande problema para a industria de gestao de investimentos baseada nos EUA. Os bancos da UE estao chateados com as novas regras fiscais norte-americanas da FATCA, que exigem que os bancos da UE relatem aos clientes da US IRS seus rankings. A FATCA se relaciona com esta regra de negociacao de forex apenas nos EUA, pois pode ajudar a impo-la. De acordo com o executivo do negociante do forex eu falei com, o NFA planeja emitir um aviso aos membros talvez hoje ou em alguns dias para esclarecer DF e as reguas de troca de troca de varejo novas de CFTC, na maior parte para edicoes da execucao. Este aviso esperado pode nao falar para as questoes de comercio exterior, embora espero que sim. Um grande problema de implementacao e como atualmente FDMs registrados pelo CFTC (sob CRA) vao sobre converter seus registros para o novo DF-categoria de RFED. Sera que este sera automatico Como FDMs pode fazer muitas mudancas em seu registro ate 18 de outubro, a data de implementacao para as novas regras CFTC Este executivo disse que muitos negociantes forex EU atualmente usam plataformas offshore e filiais para segregacao de fundos no Reino Unido para fins de protecao de ativos . Ele disse que se uma pessoa arquivos para a falencia nos EUA seu Reino Unido forex trading conta capital e direitos estao protegidos de tribunais de falencia dos EUA. Alavancagem e ilimitada no Reino Unido, mas geralmente 100: 1. Os clientes dos EUA evitam a controvertida regra de hedge NFA8217s quando negociam no Reino Unido. Ele disse que o capital nao e um grande problema porque muitos negociantes de forex nos EUA podem absorver mais clientes dos EUA para repatriar do Reino Unido e de outras filiais internacionais. Presumo que os principais negociantes de forex podem transferir o capital do Reino Unido para os EUA tambem, conforme necessario. Este executivo diz que os nao-residentes (negocios internacionais) podem querer ficar no Reino Unido desde a alavancagem dos EUA e reduzido para 50: 1. Ele disse que as plataformas americanas podem lidar com as coisas. A maior preocupacao e perturbar alguns clientes norte-americanos que ja criaram contas com base no exterior e agora pode ter que refazer todo o trabalho de papel de volta para os EUA. FDMs na coalizao de negociantes de forex estao bem nestas novas regras por este executivo. A maioria ja esta registrada como FDMs e compativel com a NFA, e alavancagem 50: 1 e razoavel em sua opiniao. Eles esperam que a mudanca RFED seja bastante facil de realizar. Vejo um grande problema para negociantes de forex estrangeiros operando de paraisos fiscais. A maioria das operacoes ou sucursais dos Estados Unidos e que nao querem registrar no Registro dos Estados Unidos para empresas estrangeiras provavelmente requer uma designacao de operacao, filial ou sucursal nos EUA. Impostos escritorio filial pode levar a problemas sobre a secao 482 questoes de precos de transferencia de impostos (onde os lucros sao reservados). Se o IRS encontra problemas com o paraiso fiscal traindo, ele pode atacar essas instituicoes. Portanto, presumo que muitos estrangeiros paraiso fiscal podem perder negocios de forex para CFTC-registrados RFEDs que sera feliz para ganhar de volta este negocio. Forex IB (Introducao ao Corretora) As mudancas no registro do CFTC tambem sao importantes. As regras finais sao melhores do que o esperado das regras propostas. Com as regras finais, um IB forex pode simplesmente se registrar com o NFA por conta propria da mesma maneira que IBs futuros fazer agora. Eles don8217t necessidade que incomodo (proposta regra) garantia de um FDM, embora eles tem essa escolha tambem. Poucos FDMs querem tomar esse tipo de risco ou amarrar seu capital, garantindo um forex IB. Existem muitos personagens na industria de forex que indevidamente desfocar as linhas entre educacao, consultoria de investimento, gestao de dinheiro e outros servicos relacionados. Muitos desses jogadores forex podem ser levados para o registro em alguma capacidade com o NFA e CFTC, talvez como um IB, e muitos vao querer evitar que o registo por muitas razoes diferentes. Alguns podem ter problemas para passar NFA back ground verifica. Outros nao querem a supervisao da NFA sobre seus modelos de negocios talvez fraudulentos ou inadequados. Muitos don8217t querem ser sobrecarregados com outras regras como a divulgacao e relatorios. Muitos certamente terao problemas com as regras de conflitos de interesse tambem. Meu colega Brent Gillett, JD e seu associado no Investment Law Group escreveram um artigo sobre essas mudancas de regras. Ele inclui uma historia agradavel de regulamentacao (ou falta dela) de forex off-exchange, as novas categorias de registro e como ele funciona. E uma boa iniciacao sobre o assunto. O advogado e autor deste artigo me disse por e-mail: Falei com um advogado na CFTC segunda-feira que esta lidando com essas regras. Sua interpretacao foi que, devido a mudanca do CEA pela Dodd-Frank da instituicao financeira 8221 para a instituicao financeira dos EUA, os intermediarios de forex no exterior que nao estao registrados como FCMs ou RFEDs nao poderao servir como contraparte aos investidores de varejo nos Estados Unidos com respeito Para transacoes forex OTC. Isso se aplicaria a futuros e opcoes e contratos de futuros semelhantes. Digo que as questoes de execucao nao estao resolvidas no nosso artigo, tanto devido as realidades praticas envolvidas na aplicacao desta regra, como porque esta foi apenas uma opiniao de um regulador e nao da Agencia. Excelente comentario na nossa pagina FaceBook: Robert: Falei com o NFA eo CFTC por telefone. O mais experiente foi um cara no departamento de conformidade no CFTC. Ele diz que as regras se aplicam a qualquer corretora, estrangeira ou domestica, que queira fazer negocios com os comerciantes norte-americanos. Assim, enquanto os regulamentos nao sao voltados para os proprios comerciantes, eles sao de fato destinados a qualquer / todos os corretores que fazem negocios com os comerciantes dos EUA. Em outras palavras, se tivermos contas na FXCM UK ou Dukascopy (Suica) ou em qualquer outro lugar do mundo, a CFTC forcara esses corretores a mudar nossa alavancagem para 50: 1. A unica boa noticia que ouvi foi a definicao do que sao as moedas correntes. Aparentemente, a NFA tem uma lista do que considera as principais moedas. Isso esta na secao Financial Regulations do manual do NFA. Felizmente isso inclui (alem de USD) o EUR, GBP, JPY, CHF, CAD, AUD, NZD e ate mesmo as moedas norueguesas, suecas e dinamarquesas. Em outras palavras, qualquer moeda que os comerciantes varejistas sao susceptiveis de comercio sera de 50: 1 e nao 20: 1. Eu posso viver com isso. Nao estou feliz com a intrusao excessiva do nosso governo em nosso negocio, mas posso viver com isso. Related Posts Navigation Categories Relacionados Trader Tax CenterOff-Exchange Regulamento Forex Em 10 de setembro de 2010, a CFTC aprovou suas regras finais sobre off-exchange operacoes de cambio de varejo. Embora a regulamentacao anterior ao Dodd-Frank Act. Uma vez que a lei foi assinada em julho de 2010, as comissoes forex regras, juntamente com as regras de forex de outras autoridades reguladoras, tornou-se uma parte de Dodd-Frank. De acordo com a Dodd-Frank, a CFTC tera jurisdicao sobre as transacoes de cambio de varejo, exceto no caso de entidades sob a autoridade de uma das seguintes agencias reguladoras (Reguladores Prudenciais): A Lei exige que tais regras incluam requisitos apropriados com respeito A divulgacao, manutencao de registros, capital e margem, relatorios, conduta comercial, documentacao e quaisquer outras normas ou requisitos que as agencias reguladoras federais determinem ser necessarias. As regras finais das Comissoes refletem de perto as regras propostas a partir de janeiro de 2010: A regra da CFTC aborda principalmente a quantidade de alavancagem que os comerciantes de varejo podem empregar na negociacao de moedas fora de cambio. A regra permite um maximo de 50 a 1 alavancagem, ou uma exigencia de margem de 2 por cento em pares de moedas principais, e uma alavancagem de 20 a 1 maximo em todas as outras transacoes de forex, ou um requisito de 5 por cento. Este foi o maior desvio da regra proposta, que limitou a alavancagem para uma proporcao de 10 para 1. O requisito proposto de que uma pessoa que se registra como um Corretor Introdutor (IB) para introduzir contas cambiais de varejo deve ser garantida por uma FCM ou um Revendedor de Cambio de Varejo (RFED) (e que o IB poderia ser garantido por apenas uma FCM ou RFED) Foi substituido pelo mesmo requisito que atualmente se aplica aos IBs que introduzem contas de futuros e commodities. Um forex IB pode optar por satisfazer os requisitos minimos de capital liquido aplicaveis ??a futuros e opcoes de mercadorias IBs, ou para celebrar um contrato de garantia com uma FCM ou uma RFED. FCMs, ou RFEDs tambem deve manter um capital liquido de 20 milhoes, mais 5 por cento do montante, se houver, pelo qual varejo cliente forex passivos exceder 10 milhoes. A NFA esta autorizada a fixar niveis de deposito de seguranca especificos dentro desses parametros e e obrigada a revisar periodicamente e ajustar, conforme necessario, os niveis de deposito de seguranca especificos ea designacao de quais moedas sao as principais moedas, tendo em conta fatores como as mudancas na volatilidade. As regras finais mantem a exigencia de RFEDs e FCMs que se envolvem em transacoes de varejo forex para divulgar trimestralmente a porcentagem de contas nao-discricionaria que realizou um lucro e manter e disponibilizar registros desse calculo. 1 As regras entraram em vigor em 18 de outubro de 2010. No inicio de 2011, os reguladores prudenciais apresentaram propostas de regras e pedidos de comentarios sobre a regulamentacao cambial. Embora essas propostas reflitam geralmente a Regra Final da CFTC, diferencas menores, como a resolucao de disputas, variam entre os reguladores. Os documentos relacionados a estas propostas de regras podem ser encontrados abaixo, sob Prudential Regulators Regulamentacao Forex. Definicoes de Transacoes de Varejo Um cliente de forex de varejo e geralmente definido pela CFTC como: Um individuo com menos de 10 milhoes no total de ativos ou menos de 5 milhoes no total de ativos se entrar na transacao para gerenciar o risco e nao esta registrado como um futuro Ou profissao de valores mobiliarios. Empresas que nao sejam instituicoes financeiras e sociedades de investimento com menos de 10 milhoes de euros em activos totais ou um patrimonio liquido inferior a 1 milhao se iniciarem a transaccao relacionada com a conducao dos seus negocios e grupos de produtos com menos de 5 milhoes no total ativos. Contrapartes De acordo com a Lei Dodd-Frank. A lista de empresas elegiveis que podem servir como contrapartes para operacoes cambiais de varejo off-exchange, apenas instituicoes financeiras americanas podem agir como contrapartes. As seguradoras ja nao podem participar como contrapartes. Jurisdicao Regulatoria A CFTC declarou que a regulamentacao do espaco de varejo de forex depende do tipo de empresa que atuara como contraparte. Se um corretor registado SEC ou negociante estiver segurando o forex do varejo sera regulado por essa agencia. As instituicoes financeiras serao regulamentadas por reguladores bancarios (ver Prudential Regulators Forex Proposals abaixo). A CFTC tem jurisdicao sobre FCMs. RFEDs, ou entidades nao regulamentadas de outra forma. Nenhuma das disposicoes tem qualquer impacto sobre contratos de cambio negociados. CFTC Orientacao para Forex Commodity Trading Advisors e Commodity Pool Operadores. 27 de fevereiro de 2012 Em 27 de fevereiro de 2012, a Divisao CFTC de Swap Dealer e Intermediary Oversight emitiu uma carta de orientacao para a National Futures Association (NFA) sobre as regras CFTC Retail Retail e divulgacao de desempenho por CPOs e CTAs. De acordo com a carta: E a visao Divisoes. Que um CTA Forex e obrigado a divulgar o desempenho passado para o periodo que comeca 18 de outubro de 2010, ou, se mais tarde, a data em que o CTA Forex comecou a exercer autoridade de negociacao discricionaria sobre as contas envolvidas em transacoes de varejo forex. A partir de 18 de outubro de 2015, aplicar-se-ia o periodo de tempo descrito na Regra 4.35 (a) (5) (cinco anos civis mais recentes e ano ate a data ou vida do programa de negociacao, se menor). Se um CTA de Forex optar por incluir no seu Documento de Divulgacao informacoes de desempenho anteriores para qualquer periodo anterior a 18 de outubro de 2010, acreditamos que, para evitar a escolha de cereja, a apresentacao de tal informacao deve abranger todo o periodo estabelecido na Regra 4.35 ) (5) e deve incluir todas as contas sobre as quais o Forex CTA exerceu autoridade de negociacao discricionaria durante esse periodo. O texto completo da carta pode ser encontrado abaixo. Regulamentacao Prudencial Regras Finais, Escritorio do Controlador da Moeda (OCC), 14 de julho de 2011 Em 14 de julho de 2011, o Federal Register publicou uma regra final da OCC sobre a autorizacao de bancos nacionais, agencias federais e agencias de Bancos estrangeiros e suas subsidiarias operacionais (coletivamente, bancos nacionais) para realizar certas transacoes fora de cambio em moeda estrangeira com clientes de varejo. De acordo com a regra final, tal transacao de varejo e definida como uma transacao em moeda estrangeira entre um banco nacional e um cliente de varejo que e: um futuro ou opcao em tal futuro uma opcao nao negociada ou executada em uma bolsa de valores mobiliarios nacional registrada ou Uma certa transacao alavancada ou marginada. A regra entrou em vigor em 15 de julho de 2011. Adicionalmente, como exigido no Dodd-Frank Act. Em 21 de julho de 2011, a OCC substituiu o Office of Thrift Supervision como a agencia bancaria federal apropriada para as associacoes de poupanca federais. Uma ordem separada que endereca a expansao das reguas as associacoes de poupanca federais apareceu no registo federal em 12 de setembro de 2011. 2 Os requisitos sao similares a regra final que regulam fora das transacoes de troca de varejo da troca fora da troca do CFTC, setembro 10, Prazo para comentario publico foi 23 de maio de 2011. A regra final, como apareceu no Federal Register em 14 de julho de 2011, pode ser encontrada abaixo. Em 10 de maio de 2011, a Corporacao Federal de Seguro de Deposito (FDIC) emitiu uma proposta de regra sobre as transacoes de varejo de forex contratado por instituicoes de deposito segurado (IDIs) sob autoridade FDIC. Sob a regra proposta, os clientes de varejo com relacoes com um banco, e nao sao compensados ??atraves de uma troca, sera obrigado a lancar uma margem de 2 por cento em moedas principais, como o dolar dos EUA, ienes ou euro. O valor da margem aumentaria para 5% do valor nocional da transacao em outras moedas, de acordo com uma reportagem da Reuters sobre a regra da FDIC. Esta regra nao afeta grandes empresas, apenas clientes de varejo que sao definidos como individuos com menos de 10 milhoes de ativos. 3 A regra final se aplica a futuros de moedas estrangeiras, opcoes sobre futuros e opcoes, conforme esses termos sao usados ??na Commodity Exchange Act. A regra tambem se aplicaria a transacoes que sao funcionalmente ou economicamente similares a futuros e opcoes, tais como operacoes de rolamento. Destaques da regra: As IDIs supervisionadas pela FDIC que entram em operacoes abrangidas pela regra ficariam sujeitas a requisitos em seis areas: divulgacao, manutencao de registros, capital e margem, relatorios, conduta comercial e documentacao. Os requisitos centram-se na seguranca e na solidez e na proteccao dos consumidores. Os contratos tradicionais a prazo e a prazo nao seriam abrangidos por esta regra. A regra so se aplicaria a transacoes cobertas com um cliente de varejo. Para fins da regra, um cliente de varejo pode incluir certas pequenas empresas. Pode tambem incluir um individuo com 10 milhoes ou menos investido em uma base discricionaria e que nao esta usando as operacoes para reduzir os riscos associados a outros investimentos. As IDIs supervisionadas pela FDIC envolvidas ou que desejem realizar transacoes abrangidas pela regra deverao apresentar um plano de negocios detalhado, demonstrar aprovacao do conselho de administracao da atividade e obter aprovacao por escrito da FDIC para fornecer tais produtos, entre outros requisitos. As IDIs supervisionadas pela FDIC envolvidas nessa ou qualquer venda ou comercializacao de quaisquer produtos de investimento devem continuar a atender as expectativas estabelecidas na Declaracao Interagencial de 1994 sobre Vendas de Varejo de Produtos de Investimento Nao Deposito na medida em que tais expectativas nao entrem em conflito com os requisitos da regra. 4 Federal Reserve Rule Proposal, 28 de julho de 2011 O Federal Reserve emitiu sua proposta de regra e solicitacao de comentario publico em 28 de julho de 2011. O prazo para comentario e 11 de outubro de 2011. Para enviar um comentario, clique aqui. A proposta e modelada, em geral, apos a CFTC Final Rule on Off-Exchange Forex (ver acima), com algumas diferencas fundamentais: A proposta nao inclui requisitos de registro, porque as instituicoes bancarias ja estao sujeitas a uma supervisao abrangente pelo Conselho. Assim, em vez de um requisito de registro, as instituicoes bancarias devem fornecer aviso de 60 dias para a Diretoria para conduzir um negocio de varejo forex. Como as instituicoes bancarias ja estao sujeitas a varios requisitos de capital e outros requisitos de supervisao, a regra de varejo proposta pelo Conselho de Administracao geralmente exige que as instituicoes bancarias que desejam se envolver em transacoes de varejo para divisas sejam bem capitalizadas. A regra proposta exigiria que a declaracao de divulgacao de risco destaque que uma transacao de varejo forex nao e segurado pela FDIC. Os regulamentos CFTCs nao abordam seguro FDIC porque nenhum intermediario financeiro sob a jurisdicao CFTCs sao instituicoes de deposito assegurado. O Conselho nao esta propondo exigir uma conta de margem de varejo separada, mas esta solicitando comentarios sobre se essas proibicoes seriam apropriadas. OCC e FDIC forex regras, ira exigir tal separacao. Semelhante a regra FDIC acima, a proposta Feds seria bar o uso de acordos de arbitragem obrigatoria pre-disputa. Em contraste, as regras da FDIC e da OCC permitem o uso de arbitragem pre-disputa. Documentos relacionados: CFTC, FDIC, OCC, Federal Reserve Rules conforme inscrito no Federal Register CFTC Interpretive Guidance to Forex CTAs