Merge Graphs In Stata Forex




Merge Graphs In Stata ForexBem-vindo ao Instituto de Pesquisa e Educacao Digital Stata Learning Module Graficos: Combinando Twoway Scatterplots Este modulo mostra exemplos de combinacao twoway scatterplots. Isso e ilustrado mostrando o comando eo grafico resultante. Isso inclui hotlinks para o Stata Graphics Manual disponivel na web e de dentro do Stata, digitando o grafico de ajuda. O conjunto de dados usado nestes exemplos pode ser obtido usando o seguinte comando: Isto ilustra a combinacao de graficos nas seguintes situacoes. Agrupar parcelas separadas em um unico grafico Agrupar parcelas separadas em um unico grafico Graficos para grupos separadosBem-vindo ao Instituto de Pesquisa e Educacao Digital Stata Learning Module Combinando dados Este modulo ilustrara como voce pode combinar arquivos Em Stata. Exemplos incluem arquivos anexos, fusao de correspondencia de um para um e fusao de um para muitos. Adicionando arquivos de dados Quando voce tem dois arquivos de dados, voce pode querer combina-los, empilhando-os um em cima do outro. Por exemplo, temos um arquivo contendo pais e um arquivo contendo moms como mostrado abaixo. Se queremos combinar esses arquivos, empilhando-os um sobre o outro, podemos usar o comando append como mostrado abaixo. Podemos usar o comando list para ver se isso funcionou corretamente. O append funcionou corretamente. Os pais e as maes sao empilhados juntos em um arquivo. Mas, ha um pequeno problema. Nos nao podemos dizer os pais das maes. Vamos tentar fazer isso de novo, mas primeiro vamos criar uma variavel chamada momdad no papeis e mamaes arquivo de dados que ira conter pai para o arquivo de dados dos pais e mae para o arquivo de dados maes. Quando combinamos os dois arquivos juntos, a variavel momdad nos dira quem sao as maes e os pais. Aqui fazemos a variavel momdad para o arquivo de dados dos pais. Salvar o arquivo chamando-lhe dads1. Aqui nos tornamos a variavel momdad para o arquivo de dados das maes. Gravamos o arquivo chamando-o moms1. Agora, vamos acrescentar dads1 e moms1 juntos. Agora, quando listamos os dados, a variavel momdad mostra quem sao as maes e os pais. Combinar fusao Outra forma de combinar arquivos de dados e fusao de correspondencia. Dizer que nos quisemos combinar os paizinhos com o arquivo de dados do faminc, tendo as informacoes dos paizinhos e as informacoes da familia lado a lado. Podemos fazer isso com uma fusao de correspondencia. Deixa para ter um olhar nos paizinhos e no arquivo do faminc. Queremos combinar os arquivos de dados para que eles se parecem com isso. Observe que a variavel famid e usada para associar a observacao do arquivo dads com a observacao apropriada do arquivo faminc. A estrategia para a fusao dos arquivos e assim. 1. ordenar pais em famid e salvar esse arquivo (chamando-lhe dads2). 2. classifique o faminc em famid e excepto esse arquivo (chamando o faminc2). 3. use o arquivo dads2. 4. mesclar o arquivo dads2 com o arquivo faminc2 usando famid para combina-los. Aqui estao os quatro passos. 1. Classifique o arquivo dos pais pelo famid e salve-o como o dads2 2. Classifique o arquivo do faminc por o famid e excepto ele como o faminc2. 3. Use o arquivo dads2 4. Mesclar com o arquivo faminc2 usando famid como a variavel-chave. Parece que isso funcionou bem, mas o que e essa variavel de mesclagem A variavel de mesclagem indica, para cada observacao, como a mesclagem foi. Isso e util para identificar registros incompativeis. 2 - O registro contem informacoes de file2 somente (por exemplo, um registro faminc2 com nenhum registro dad2 correspondente.) 3 - O registro contem informacoes de file1 somente (por exemplo, um registro dad2 sem registro correspondente de faminc2. O registro contem informacoes de ambos os arquivos (por exemplo, os registros dad2 e faminc2 correspondem) Quando voce tem muitos registros, tabular mesclar e muito util para resumir quantos incompativeis voce tem. No nosso caso, todos os registros coincidem com o valor de mesclagem Era sempre 3. Um-para-muitos fosforo que fundem Um outro tipo da fusao e chamado um a muitos fundem-se. Nosso um a um mesclaram acima dos paizinhos e do faminc e havia um a um que combinam dos arquivos. Kids. There pode ser varios filhos por pai e, portanto, este e um um para muitos fundir. Como voce ve abaixo, a estrategia para a fusao de um para muitos e realmente o mesmo que um para um mesclar. Salvar esse arquivo como dads3 2. classificar criancas em famid e salvar esse arquivo como kids3 3. usar o arquivo dads3 4. mesclar o arquivo dads3 com o arquivo kids3 usando famid para combina-los. As 4 etapas sao mostradas abaixo. 1. Classifique o arquivo de dados dos pais em famid e salve esse arquivo como dads3. 2. Classifique o arquivo de dados das criancas no famid e salve esse arquivo como kids3. 3. Utilize o ficheiro dads3. 4. Mesclar o arquivo dads3 com o arquivo kids3 usando famid para combina-los. Permite listar os resultados. Os resultados sao um pouco mais faceis de ler se classificamos os dados sobre famid e birth. Como voce ve, isso e basicamente o mesmo que uma fusao de um para um. Voce pode se perguntar se a ordem dos arquivos na instrucao de mesclagem e relevante. Aqui, trocamos a ordem dos arquivos e os resultados sao os mesmos. A unica diferenca e a ordem dos registros apos a mesclagem. Exemplo de exemplo de anexacao Exemplo de etapas de exemplo de mesclagem (um para um e um para muitos) Programa de exemplo de mesclagem de correspondencia O conteudo deste site nao deve ser interpretado como endosso de nenhum site, livro ou produto de software especifico por A Universidade da California. Stata Graphics Stata possui excelentes recursos graficos, acessiveis atraves do comando grafico, veja o grafico de ajuda para uma visao geral. Os graficos mais comuns nas estatisticas sao graficos X-Y que mostram pontos ou linhas. Estes estao disponiveis no Stata atraves do subcomando twoway, que por sua vez tem 31 sub-subcomandos ou tipos de plotagem, os mais importantes dos quais sao dispersao e linha. Tambem descreveremos brevemente os graficos de barras, disponiveis atraves do subcomando de barras e outros tipos de plotagem. Stata 10 introduziu um editor grafico que pode ser usado para modificar um grafico interativamente. Nao recomendamos esta pratica, no entanto, porque esta em conflito com os objetivos de documentar e garantir a reprodutibilidade de todas as etapas em sua pesquisa. 3.1 Graficos de dispersao Nesta secao, ilustraremos algumas parcelas usando os dados sobre o declinio da fertilidade usados ??pela primeira vez na Secao 2.1. Para ler os dados a partir do tipo Stata de conhecimento da rede Para agucar o apetite, esta a trama que vamos produzir nesta secao: 3.1.1 Um Simple Scatterplot Para produzir um simples scatterplot de mudanca de fertilidade por configuracao social voce usa o comando Note que voce Especifique y primeiro, depois x. Stata rotula os eixos usando os rotulos de variaveis, se forem definidos, ou nomes de variaveis, se nao. O comando pode ser abreviado para twoway scatter. Ou apenas espalhar se esse e o unico enredo no grafico. Vamos agora adicionar alguns sinos e assobios. 3.1.2 Linhas cabidas Suponha que queremos mostrar tambem a linha de regressao ajustada. Em alguns pacotes, voce precisara executar uma regressao, calcular a linha ajustada e depois plota-la. Stata pode fazer tudo isso em uma etapa usando o tipo lfit parcela. (Tambem ha um grafico qfit para ajustes quadraticos.) Isso pode ser combinado com o grafico de dispersao ao incluir cada subparcela entre parenteses. (Pode-se tambem combinar parcelas usando duas barras horizontais, mas eu acho o metodo usando parenteses mais claro.) Agora, suponha que queriamos colocar bandas de confianca em torno da linha de regressao. Stata pode fazer isso com o tipo lfitci parcela, que atrai a regiao de confianca como uma faixa cinza. (Ha tambem uma banda qfitci para ajustes quadraticos.) Porque a faixa de confianca pode obscurecer alguns pontos que desenhar a regiao em primeiro lugar e os pontos mais tarde Note que este comando nao etiqueta o eixo y, mas usa uma legenda em vez disso. Voce pode especificar uma etiqueta para o y-axis usando a opcao ytitle () e omitir a legenda (bastante obvia) usando a legenda (off). Aqui especificamos ambos como opcoes para o comando twoway. Para tornar a opcao mais obvia para o leitor, coloco a virgula no inicio de uma nova linha: 3.1.3 Pontos de marcacao Existem muitas opcoes que permitem controlar os marcadores utilizados para os pontos, incluindo a sua forma e cor, ver ajuda Markeroptions. Tambem e possivel rotular os pontos usando texto incluido em outra variavel, usando a opcao mlabel (varname). Na proxima etapa, adicionamos os nomes dos paises ao enredo: Um pequeno problema com os rotulos e a sobreposicao da Costa Rica e Trinidad Tobago (e, em menor escala, Panama e Nicaragua). Podemos resolver este problema especificando a posicao do rotulo em relacao ao marcador usando um relogio de 12 horas (entao 12 esta acima, 3 esta a direita, 6 esta abaixo e 9 e a esquerda) ea opcao mlabv () . Nos criamos uma variavel para manter a posicao definida por padrao para 3 oclock e, em seguida, mover Costa Rica para 9 oclock e Trinidad Tobago a apenas um pouco acima que as 11 oclock (tambem podemos mover a Nicaragua e Panama um pouco, digamos para 2 oclock ): O grafico tem a seguinte aparencia: 3.1.4 Titulos, Legendas e Legendas Existem opcoes que se aplicam a todos os graficos bidirecionais, incluindo titulos, rotulos e legendas. Os graficos Stata podem ter um titulo () e um subtitulo (), geralmente na parte superior, e uma legenda (). Note () e caption (). Geralmente na parte inferior, digite help titleoptions para saber mais. Geralmente um titulo e tudo que voce precisa. O Stata 11 permite que o texto nos graficos inclua negrito, italico, letras gregas, simbolos matematicos e uma escolha de fontes, digite help graph text para saber mais. Nosso ajuste final ao grafico sera adicionar uma legenda para especificar o ajuste linear eo intervalo de confianca 95, mas nao o proprio declinio de fertilidade. Fazemos isso usando a opcao de ordem (2 linear fit 1 95 IC) da legenda para rotular o segundo e primeiro itens nessa ordem. Tambem usamos o anel (0) para mover a legenda dentro da area de plotagem, e pos (5) para colocar a caixa de legenda perto da posicao de 5 horas. Nosso comando completo e entao O resultado e o grafico mostrado no inicio desta secao. (Se o seu grafico parece ligeiramente diferente, provavelmente porque usamos esquemas de cores diferentes, usei uma versao personalizada do s2color, veja 3.2.5 abaixo para mais informacoes sobre esquemas). 3.1.5 Escalas e rotulos do eixo Existem opcoes que controlam a escala E o alcance dos eixos, incluindo xscale () e yscale (). Que pode ser aritmetica, log ou invertida, tipo help axisscaleoptions para saber mais. Outras opcoes controlam a colocacao e rotulagem de carrapatos principais e secundarios e rotulos, como xlabel (). Xtick () e xmtick (). E similarmente para o eixo y, veja ajuda axislabeloptions. Normalmente os padroes sao aceitaveis, mas e bom saber que voce pode altera-los. 3.2 Linhas de Linha Vou ilustrar graficos de linhas usando dados sobre a expectativa de vida dos EUA, disponiveis como um dos conjuntos de dados fornecidos com o Stata. (Tente sysuse dir para ver o que mais esta disponivel.) A ideia e tracar a expectativa de vida para os homens brancos e pretos ao longo do seculo XX. Novamente, para abrir o apetite, comecarei mostrando o produto final e, em seguida, construiremos o grafico pouco a pouco. 3.2.1 Um grafico de linha simples O grafico mais simples usa todos os padroes: Se voce esta intrigado com o mergulho antes de 1920, a expectativa de vida do Google EU 1918. Podemos abreviar o comando para twoway linha. Ou ate mesmo linha se isso e tudo que estamos planejando. (Esse atalho funciona apenas para dispersao e linha.) O grafico de linha permite especificar mais de uma variavel y, a ordem e y 1. Y 2. Y m. X. No nosso exemplo, especificamos dois, correspondendo a expectativa de vida branca e preta. Alternativamente, poderiamos ter usado duas parcelas de linha: (linha lewmale ano) (linha lebmale ano). 3.2.2 Titulos e Legendas O grafico padrao e bastante bom, mas a legenda parece muito prolixo. Vamos passar a maior parte da informacao para o titulo e manter apenas etnia na legenda: Aqui usamos tres opcoes, que como de costume em Stata ir depois de uma virgula: titulo. Subtitulo e legenda. A opcao legenda tem muitas opcoes de sub que usamos para listar as chaves e suas etiquetas, dizendo que a primeira linha representava os brancos e os segundos negros. Para omitir uma chave, basta deixa-la fora da lista. Para adicionar texto sem uma chave correspondente use um hifen (ou menos sinal) para a chave. Existem muitas outras opcoes de legendas, consulte a ajuda para saber mais. Gostariamos de usar o espaco um pouco melhor, movendo a legenda dentro da area de plotagem, digamos em torno da posicao de 5 horas, onde a melhoria da expectativa de vida deixou algum quarto de reposicao. Conforme observado anteriormente, podemos mover a legenda dentro da area de plotagem usando anel (0). O circulo interno, e coloca-lo perto da posicao de 5 horas usando pos (5). Porque estas sao legendas sub-opcoes que tem de ir dentro de legend (): 3.2.3 Estilos de linha Eu nao sei sobre voce, mas acho dificil distinguir as linhas padrao no enredo. Stata permite que voce controle o estilo de linha de maneiras diferentes. A opcao clstyle () permite usar um estilo nomeado, como primeiro plano. grade. Yxline. Ou p1-p15 para os estilos usados ??pelas linhas 1 a 15, consulte help linestyle. Isso e util se voce quiser escolher os elementos de estilo de um esquema. Como se observa mais adiante. Como alternativa, voce pode especificar os tres componentes de um estilo: o padrao de linha, largura e cor: Padroes sao especificados usando a opcao clpattern (). Os padroes mais comuns sao solidos. traco. E consulte o linepatternstyle para obter mais informacoes. A largura da linha e especificada usando clwidth () as opcoes disponiveis sao finas. Medio e espesso. Veja h elp linewidthyle para mais. As cores podem ser especificadas usando a opcao clcolor () usando nomes de cores (como vermelho, branco, azul, azul, sienna e muitos outros) ou valores RGB, consulte help colorstyle. Heres como especificar azul para brancos e vermelho para negros: Observe que clcolor () e uma opcao do enredo de linha, entao colocamos parenteses em volta do comando de linha e inseri-lo la. 3.2.4 Opcoes de Escala Parece que as melhorias na expectativa de vida desaceleraram um pouco na segunda metade do seculo. Isto pode ser melhor apreciado usando uma escala de log, onde uma linha reta indicaria uma melhoria percentual constante. Isso e feito facilmente usando as opcoes de eixo do comando bidirecional, consulte help axisoptions. E em particular yscale (). Que permite escolher aritmetica. registro. Ou balancas invertidas. Ha tambem um intervalo de subopcao () para controlar o intervalo de plotagem. Aqui eu vou especificar a gama y como 25 a 80 para mover as curvas um pouco para cima: 3.2.5 Esquemas de graficos Stata usa esquemas para controlar a aparencia de graficos, consulte esquema de ajuda. Voce pode definir o esquema padrao a ser usado em todos os graficos com set schemename. Voce tambem pode exibir novamente o (ultimo) grafico usando um esquema diferente com exibicao de grafico, esquema (schemename). Para ver uma lista de esquemas disponiveis, digite query de grafico, esquemas. Tente s2color para graficos de tela, s1manual para o estilo usado nos manuais de Stata, e economista para o estilo usado em The Economist. Usando este ultimo, obtemos o grafico mostrado no inicio desta secao. 3.3 Gerenciando Graficos O Stata mantem o controle do ultimo grafico que voce desenhou, que e armazenado na memoria, e chama Grafico. Voce pode realmente manter mais de um grafico na memoria se voce usar a opcao name () para nomear o grafico quando voce cria-lo. Isso e util para combinar graficos, digite help graph combine para saber mais. Observe que os graficos mantidos na memoria desaparecem quando voce sair do Stata, mesmo se voce salvar os dados, a menos que voce salve o proprio grafico. Para salvar o grafico atual no disco usando o formato proprio de Statas, digite graph save filename. Este comando tem duas opcoes, substitua. Que voce precisa usar se o arquivo ja existe, e asis. Que congela o grafico (incluindo seu estilo atual) e, em seguida, salva-lo. O padrao e salvar o grafico em um formato ao vivo que pode ser editado em sessoes futuras, por exemplo, alterando o esquema. Depois de salvar um grafico no formato Stata, voce pode carrega-lo a partir do disco com o comando graph use filename. (Observe que a economia de grafico eo uso de grafico sao analogos a salvar e usar para arquivos Stata.) Qualquer grafico armazenado na memoria pode ser exibido usando a exibicao de grafico. (Voce tambem pode listar, descrever, renomear, copiar ou soltar graficos armazenados na memoria, digite help graphmanipulation para saber mais.) Se voce planeja incorporar o grafico em outro documento, voce provavelmente precisara salva-lo em um formato mais portatil. Statas comando grafico exportacao nome de arquivo pode exportar o grafico usando uma grande variedade de formatos vetoriais ou raster, que geralmente e entendido a partir da extensao de arquivo. Os formatos vetoriais como metarquivo do Windows (wmf ou emf) ou Adobes PostScript e suas variantes (ps, eps, pdf) contem essencialmente instrucoes de desenho e, portanto, sao independentes da resolucao, portanto, eles sao melhores para inclusao em outros documentos onde eles podem ser redimensionados. Raster formatos como Portable Network Graphics (png) salvar a imagem pixel a pixel usando a resolucao de tela atual, e sao melhores para inclusao em paginas da web. Voce tambem pode imprimir um grafico usando a impressao de grafico. Ou copiar e cola-lo em um documento usando a area de transferencia do Windows para fazer isso clique com o botao direito na janela que contem o grafico e, em seguida, selecione copia no menu de contexto. Copia 2016 Germaacuten Rodriacuteguez, Universidade de Princeton